Dicas de presentes para o dia nacional da poesia

Livro de sonetos

Talvez poucas pessoas saibam, mas dia 14 de março é o Dia Nacional da Poesia e a escolha desta data deve-se a uma homenagem a Antônio Frederico de Castro Alves, um dos maiores poetas brasileiros.

Castro Alves nasceu em 14 de março, em Curralinho, hoje Castro Alves, na Bahia, no ano de 1847. Assim como os demais poetas da geração romântica, faleceu precocemente, aos 24 anos, vítima de Tuberculose.

O jovem ficou conhecido como o “poeta dos escravos”, pois lutou grandemente pela abolição da escravidão. Além disso, era um grande defensor do sistema republicano de governo.

A poesia é uma forma de se expressar e transmitir sentimentos, emoções e pensamentos. Antigamente, elas eram cantadas, acompanhadas pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga, por isso diz-se que pertence ao gênero lírico.

Pra não passar em branco separamos alguns títulos super bacanas. Escolha e dê de presente no dia nacional da poesia. Surpreenda quem você gosta!

Toda poesia – Paulo Leminski

Esta obra reúne toda a trajetória poética deste autor curitibano e revela uma síntese entre a coloquialidade e o rigor da construção formal, herdada da estética concretista.

Toda poesia Leminski

Poemas dos Becos de Goiás e estórias mais – Cora Coralina

É o livro de estreia de umas das vozes mais originais na alma popular brasileira, recheado de comunicabilidade e simplicidade de expressão.

Poemas dos becos

A Duração do Dia – Adélia Prado

O olhar da poeta está totalmente expresso nessa obra, onde ela se atenta as coisas aparentemente desimportantes do cotidiano, revelando a perplexidade e o encantamento da vida.

A duração dos dias

Primeiro Caderno do Aluno de Poesia Oswald Andrade – Oswald de Andrade

Um dos maiores nomes do modernismo brasileiro, Oswald dispensa apresentações para este clássico literário de 1927.

Caderno Oswald de Andrade

Esconderijos do tempo – Mario Quintana

Coletânea de poemas lançada originalmente em 1980, a obra confirma alguns dos traços essenciais do poeta: a abordagem lírica do cotidiano e a delicadeza da forma.

Esconderijos do tempo

Livro de Sonetos – Vinícius de Moraes

Foi o próprio Vinicius de Moraes quem organizou a primeira edição desta obra, que contém um balanço de sua obra e ratificava, em 35 poemas, sua dedicação a uma das formas mais populares de poesia: o soneto.

Livro de sonetos

Gostou das nossas dicas de presentes para o dia nacional da poesia?